Outros palcos da bola
11.4.05
  Exposição "Os Palcos da Bola"
Abriu no dia 9 de Abril e pode ser apreciada até ao fim do mês...
 
5.4.05
  Palcos da Bola da Casa Municipal da Juventude de Aveiro
Este sábado, dia 9 de Abril, é inaugurada na Casa Municipal da Juventude de Aveiro a exposição “Palcos da Bola”.
O plural de Palcos da Bola só tem cinco minutos de distância. Ou uma eternidade. São dois mundos nos antípodas, unidos pela bola mágica.

O Estádio Municipal de Aveiro é o palco opulento, garboso nas suas cores novinhas em folha. É bonito, apresenta-se bem, era preciso pôr gravata para receber o 2004. Vão lá jornalistas, até aos treinos, quando muda o treinador dá nas notícias, há VIP’s e saídas de emergência, parabólicas que levam a redondinha ao mundo, e ondas nas bancadas porque às vezes vai lá gente que dá para fazer as ondas.Tem apanha-bolas contratados, é enorme de tão grande, tem um painel “Você está aqui”. Porque é grande, do tamanho dos sonhos de quem delira com vitórias opulentas, garbosas nas suas cores novinhas em folha.

A prova de contraste cumpre-se no vizinho parque de jogos de S. Brás. Propriedade do Frente Impulsionadora do Desporto e Cultura (FIDEC), de Santa Joana, está situado a três quilómetros do Estádio Municipal de Aveiro Mário Duarte. Esta época (2004/2005), a equipa sénior milita na zona norte da segunda divisão distrital da Associação de Futebol de Aveiro.A terra castanho-duro em vez da relva verde-suave. Vem-se à bola de bicicleta, empoleirados no selim da mota vemos o jogo sem pagar. O presidente da direcção está à porta a vender bilhetes para o jogo. Não vão lá jornalistas, quando muda o treinador não dá nas notícias, não há parabólicas, nem ondas nas bancadas, nem apanha-bolas sem contrato algum.

O Projecto BlogAveiro pretende-se ponto de encontro de todos os que gostam de Aveiro e gostam de fotografia também. Gerado na turma de Fotojornalismo 2004/2005 do Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração (ISCIA), não se esgota na cidade de Aveiro, galgando o distrito, a região; não se ancora unicamente nas "fotos das terras", nem sequer abomina tudo o que não seja fotografia. Constitui-se, já, como uma bojuda Galeria Virtual de Fotografias, distribuídas por mais de 30 blogs, ultrapassando as 1.500 imagens, captadas por 30 repórteres fotográficos. O directório principal do BlogAveiro mora em http://blogaveiro.blogspot.com Viagens encantatórias pelas aldeias perdidas da Serra da Freita, retratos das gentes do Caramulo, mail’o Senhor Manuel, as moreias mais as pedras-parideiras; gotas que se contam e outras que se esparramam pixéis fora; fotos-miradouro para delícias paisagísticas várias, e outras brotando de espelhos-de-água; fotos pintadas com luz, penumbras e neblina; mordendo o chão para fotografar o repuxo, engolindo poeira para abocanhar a cratera, voando sobre carris, acariciando as nervuras do desenho azulejado; genuflectindo perante o farol medonho de bonito. E fotos com sal, e fotos com um sorriso, estados d’alma; provas de contraste entre o opulento Estádio de Aveiro e o parque de jogos da FIDEC, descidas aos cemitérios, registos de um mundo grafitado. De hoje e de antanho, passeio da Escola Masculina ao Canal dos Santos Mártires, roteiro errático pela cidade bela.E também, agora de mais longe, a neve da Serra da Estrela e a forasteira, o xisto forte do Piódão, apontamentos gandareses, o Douro.E há fotos dentro da máquina da água, e um livro, uma flor, o mar, muitas pérolas a desfiar...

Para além da presença na internet, o Projecto BlogAveiro materializa-se também através de outras iniciativas, como, por exemplo, exposições em sala.
A primeira dessas exposições intitulada “Sinais do Mar”, de Isabel Silva e Sara Agudo, esteve patente ao público, na Casa Municipal da Juventude de Aveiro, entre 19 de Fevereiro e 12 de Março de 2005. As fotografias desta exposição encontram-se disponíveis, na internet, no endereço http://gestosdomar.blogspot.com/
A apresentação oficial do BlogAveiro, projecto coordenado por Dinis Manuel Alves, docente da disciplina de Fotojornalismo no ISCIA, teve lugar no passado dia 26 de Fevereiro, no Hall do Grande Auditório do Centro Cultural e de Congressos de Aveiro.
A exposição FrutaCores esteve patente no Museu Etnográfico da Praia de Mira entre 5 e 31 de Março.

No que reporta às exposições em sala, o Projecto BlogAveiro pretende cumprir roteiro de itinerância, estando já a ser ultimadas algumas iniciativas.

Gotas, de Fausto Correia, estará patente ao público na Sala Inês de Castro, do Instituto Português da Juventude de Coimbra, entre 7 e 19 de Abril. Pode apreciar algumas gotas aqui.

A Voz do Silêncio, de Isabel Henriques, inaugura a 21 de Abril, na Galeria do Instituto Português da Juventude, em Coimbra. Até 5 de Maio (http://isahenriques.blogspot.com/).

Um Olhar sobre Arouca, de Paulo Bastos, inaugura a 7 de Maio, em Arouca. Até 31 de Maio (http://paulo-serra.blogspot.com/).

As entidades que pretendam ver os trabalhos do BlogAveiro expostos nas suas instituições devem contactar-nos, para o e-mail gabcom@iscia.edu.pt
 
9.1.05
  O parque de jogos do FIDEC.
O parque de jogos de S. Brás, propriedade do Frente Impulsionadora do Desporto e Cultura (FIDEC), de Santa Joana, está situado a três quilómetros do Estádio Municipal de Aveiro Mário Duarte. Esta época, a equipa sénior milita na zona norte da segunda divisão distrital da Associação de Futebol de Aveiro. São precisos apenas cinco minutos para cumprir, de automóvel, o percurso entre os dois palcos da bola de uma das dez cidades-sede do Euro 2004.
 
3.1.05
  O primeiro retrato.
Aqui está o primeiro retrato do parque de jogos do Fidec. O terreno de jogo é pelado. A relva ainda não chegou aqui...


 
2.1.05
  O outro lado.
O parque de Jogos do FIDEC visto do lado oposto numa manhã de domingo. O pelado está bem tratado. A bola vai rolar à tarde.

 
1.1.05
  Portas abertas.
O portão principal de acesso está aberto. Lá dentro, ultimam-se os pormenores. É dia de jogo.

 
31.12.04
  Portugal Sempre!
O reclame do bar é a única referência exterior. Ao alto, a nossa bandeira ao vento!

 
30.12.04
  Inserido na comunidade.
Onde é que termina o parque de jogos e começa a via pública?

 
29.12.04
  Hoje há bola!
O parque de jogos está preparado. A bola vai rolar neste pelado bem tratado.

 
  Infra-estruturas.
A bancada destinada aos sócios. Por baixo, fica o bar do clube.

 
28.12.04
  Bem-vindos!
Hoje, as entradas são por aqui. O parque de jogos de S. Brás está em obras. Os espectadores vão chegando a conta-gotas...

 
27.12.04
  Estacionamento privativo.
Os primeiros a chegarem de bicicleta têm direito a estacionamento privativo no interior do parque de jogos. Não pagam mais por isso. É só chegar cedo...

 
  Baliza suplente.
Ao lado está uma baliza suplente. Dará para estacionar um carro?

 
  Últimos exercícios do aquecimento.
Os jogadores realizam os últimos exercícios de aquecimento. O guarda-redes defende os derradeiros remates. Os restantes jogadores já caminham para o balneário, onde vão ouvir as últimas indicações do treinador.

 
26.12.04
  Juventude!
A juventude espalhava-se pela zona VIP do parque de jogos da FIDEC.

 
25.12.04
  Os melhores locais.
O público, maioritariamento jovem, escolhe os melhores locais para acompanhar a par e passo todos os pormenores do jogo. Este muro na parte sul da bancada central vem mesmo a calhar. O frio suporta-se bem.

 
24.12.04
  Lugares livres.
O parque de jogos não encheu. Ainda há lugares livres na bancada central.

 
22.12.04
  Área VIP.
A tribuna presidencial está vazia. A esta hora, com o jogo prestes a começar, o presidente da direcção estava à porta a vender ingressos para o jogo. Neste clubes, o presidente é "pau para toda a obra".

 
  Equipas em campo.
As equipas entram em campo. FIDEC e Mourisquense disputam mais um jogo da segunda divisão distrital da Associação de Futebol de Aveiro. O sol já se começou a deitar...

 
  FIIIIIIIDEEEEECCCCCC!!!
Chegou a hora do grito: A união faz a força!

 
21.12.04
  A bola.
A bola é o centro das atenções. Aqui e em qualquer palco da bola!

 
  Contra-ataque letal.
O Mourisquense fez do contra-ataque uma arma. Que viria a revelar-se letal. Não dá para perceber muito bem, mas esta fotografia regista o primeiro golo da tarde, apontado nos minutos iniciais. No final, o Mourisquense venceu, por 4-1.

 
  Apelo à calma.
O treinador da FIDEC parece preocupado. Aproveita uma pausa para matar a sede e para lançar palavras de incentivo para dentro das quatro linhas.

 
  Em segurança.
A bola rola sob o olhar atento da autoridade.

 
  A caminho do Bar.
Chegou a hora de tomar um café. É por aqui...

 
  À porta do Bar.
Chegámos.

 
  Direito de admissão.
À entrada está este aviso. Não é para todos...

 
  A hora do café.
Para tomar um café nas calmas o melhor é não esperar pelo intervalo...

 
  Os craques espalhados pelas paredes.
As fotos dos craques decoram as paredes do bar. Aqui, joga-se à bola, discute-se bola, respira-se bola, de manhã à noite, sete dias por semana!

 
  Bar com vista para o pelado.
Esta é o campo de visão a partir do salão envidraçado do bar da FIDEC. O guarda-redes do Mourisquense acompanha mais uma jogada de ataque da sua equipa. É importante reconhecer que a equipa do concelho de Águeda se mostrou superior e mereceu a vitória.

 
  O autocarro do clube.
Em frente ao Bar está o autocarro de clube. Hoje é dia de descanso.

 
  Sol para aquecer.
O dia estava frio. Nada como um sol de Dezembro para aquecer o ambiente. Na zona do peão, do lado norte, quem quiser ver o jogo sentado tem que trazer a cadeira de casa. Quem não estiver na disposição, ou não puder, pagar bilhete vem de mota...

 
  Ao sol na bancada.
Que bem que se está ao sol, nesta bancada improvisada...


 
  E o jogo prossegue...
É pontapé de baliza. Estamos à beira do intervalo.

 
  Olhos na baliza do Mourisquense.
Lance de perigo da equipa da FIDEC. Os olhos dos espectadores apontam todos no mesmo sentido. O remate, esse, saiu ao lado.

 
  A bancada.
Plano da única bancada do parque de jogos.

 
  Mais incentivos.
O treinador não desanima e volta a incentivar os jogadores.

 
  Tempo de intervalo.
Tempo de intervalo. Está na hora de ir ao quarto de banho.

 
  De pequenino é que se torce o pepino...
Os suplentes do Mourisquense combatem o frio dando uns toques. Um futuro craque não enjeita a oportunidade. "Não acham que tenho pinta? Reparem neste pontapé!"

 
  Vocês vão ver...
Um dia ainda vou jogar no Estádio do outro blog. Vocês vão ver...

 
  "King for a day"
Enquanto uns correm para o bar, outros ocupam, ainda que por momentos, a tribuna presidencial. Mais vale ser rei por um dia, do que soldado toda a vida...

 
  Tribuna deserta
Aquele jovem que aqui víamos na fotografia anterior não resistiu à bola e também foi dar uns toques. Por instantes, a tribuna fica deserta...

 
  Sapatos novos.
Os miúdos esfolam os sapatos novos quinze minutos do intervalo. Ai se os pais sonham...

 
  Na rede.
Apanhado na rede...

 
  Aqui e em todo o lado.
Os suplentes do Mourisquense optam pelo tradicional "jogo do meio". É assim em todos os palcos da bola.

 
  Água quente.
A segunda parte está a começar. Nenhum pormenor é deixado ao acaso. A água já aquece para o baho retemperador.

 
  A todo o vapor.
Aquecimento geral.

 
  Aquecimento geral
Dentro das quatro linhas as coisas também aquecem, depois de uma entrada mais dura de um jogador da FIDEC.

 
  A recuperar.
O jogador do Mourisquense recupera, sob o olhar atento dos adeptos da equipa da casa.

 
  Fios pendurados
Aqui, neste sítio onde estou a tirar esta fotografia, estão pendurados uns fios. Já vão perceber porquê.

 
  Máquina de secar
É isso mesmo. Aqui secam-se os equipamentos dos jogadores. Quando não há jogos, claro.

 

ARCHIVES
Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Abril 2005 /


Powered by Blogger